Quinta-feira, 5 de Março de 2009

A verdade nua e crua.

Nunca me olhaste como eu te olho, não há verdade mais franca do que essa.

A saudade é algo que não nos larga, independentemente dos factos.

A minha carta não corresponde ao destino certo, o remetente é indefinivel.

O conhecimento dói, e a semente que ambos semeámos ainda se encontra presente, esbanjando os seus velhos frutos.

 

Publicado por Bia :) às 20:29
Link do post | Comentar :D | Adicionar aos favoritos *.*
1 comentário :
De Morgen a 5 de Março de 2009 às 20:44
A verdade doí muito mas talvez nao valha a pena vivermos numa ilusão.
Infelizmente a saudade doí muito mas tu vais ser forte Bia :)
Obrigada pelo elogio.
Adoro-te Bia :)
(L)


Comentar post

Sobre mim :)

Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Favoritos

Querido (...)

Um Tempo Indefinido

Recordações #1

Bloco de notas.

Do avesso.

No Verão.

Os Lusiadas

Promessa de um amor etern...

E agora ?

Controlas.